“Um novo trecho do relatório do Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf), sobre movimentações bancárias atípicas de Flávio Bolsonaro, aponta um pagamento de R$ 1.016.839 de um título bancário da Caixa Econômica Federal. O Coaf diz que não conseguiu identificar o favorecido. Também não há data e nenhum outro detalhe do pagamento”, informa o portal G1, sobre reportagem veiculada no Jornal Nacional na noite deste sábado 19.

“O documento, obtido com exclusividade pelo Jornal Nacional, cita que o senador eleito tem operações muito parecidas com as feitas por Fabrício Queiroz, ex-assessor do senador eleito, apesar de as datas serem diferentes”, indica a reportagem de Arthur Guimarães e Tatiana Nascimento.
Essa é a segunda bomba seguida soltada contra Flávio Bolsonaro no JN. Na noite desta sexta, o telejornal da Globo publicou outro trecho do relatório do Coaf que apontava 48 depósitos na conta do senador eleito, que somavam R$ 98 mil.
O jornalista Paulo Henrique Amorim, da concorrente Record, indicou que o principal suspeito a vazar documentos para a Globo com conteúdos contra a família Bolsonaro é o ministro da Justiça, Sergio Moro (leia aqui).

Fonte: Brasil 247

Anúncios