Festa de diretora de revista de moda é acusada de racismo nas redes sociais

09/02/2018

10 hSão Paulo

Uma diretora de uma famosa revista fez 50 anos ontem 08/02 e comemorou com seus amigos num hotel luxuoso na Bahia com vários artistas famosos,até aqui tudo bem!
A decoração da sua festa foi Brasil Colônia Escravocrata, com direito a mulheres pretas vestidas de mucama ambientando a festa e recebendo os convidados, como vimos na foto até o trono da sinhá tinha.
Terão pessoas nesse post que falarão que não viram problemas nenhum que é mimimi e por aí vai, pois qdo não se sabe argumentar utilizam dessas falácias pra tentar reverter o irreversível.
A branquitude (não estou falando do indivíduo e sim de uma sociedade privilegiada por ter a pele alvo mais que a neve) voltando…
A branquitude ama vivenciar o ranço da escravidão, pq a final de contas eles gostariam que não tivesse acabado mas, será que acabou?
Vivemos na tal escravidão moderna, onde nossas dores viram fantasias, decoração de festas pra beneficiar o mal gosto das sinhás e sinhóres.
A senzala moderna continua sendo o quartinho da empregada.
Quando leio sobre escravidão dá um nó na garganta, arrepia a pele e é óbvio que sinto meu corpo doer, sinto as dores dos meus ancestrais, afinal de contas fazem apenas 131 anos que o Brasil “deixou” de ser escravocrata.
Nossas dores não pode ser fantasias, estampa de roupa ou decoração.
O problema do racismo nem é dos pretos e de vcs que estão sentados nesse trono aí da foto trabalhados no privilégio, sendo assim revejam!
E a sua riqueza hoje tem sangue indígena e preto, o que vc faz pra reparar essa história?
E eu cobro mesmo, seja na internet ou cara a cara, pq aqui não passa batido não.
Um povo sem história é um povo sem memória, a nossa história nesse país foi escrita com sangue, morte e dor e estamos aqui pra dar uma nova sequência para que não esqueçamos o nosso passado porém reescrever essa história atual de luta, resistência e sorriso, pq sorrir para nós tbm é um ato político!
O tempo fechou pra vcs branquitude e agora não abaixaremos mais a cabeça até que todxs pretxs sejam realmente livres ✊🏿

No meu storie tem mais fotos desses absurdos
#PretaRara
#BeemBonita
#PesaDona

 ——————————————————————————————–
Bom dia, amigos do oitão.
Bosta
Das duas bolsa cheias, qual irá ficar traumatizada com a separação?

—————————————————————————————————————-

Bom dia, amigos do oitão. Uma segunda-feira de paz.
Espichar.
Boa parte da bovinada ouriçada, em gozo precoce com os peiot do Netanyahu – que nem os usa -.
Bem-vindos, israelitas! neste momento de crime ambiental anunciado toda ajuda é de boa monta, não importa a rubrica nela contida e muito menos a nacionalidade, isto é solidariedade humanitária e, faz parte das regras estabelecidas pela ONU, onde nações fazem ações diretas ou através da própria entidade que leva seus comboios com contribuição para minimizar catástrofe em outros países.
Certamente, esta vinda dos israelenses fará parte dos discursos de 3 minutos do Tapir, como uma das grandes ações do minúsculo governo, no qual tentará espichar o assunto até 2022, para evitar o debate de projeto de governo, que verse sobre emprego, saúde, educação, transportes, salários, não citar segurança porque a violência acabou.

—————————————————————————————————————-

TIO COLORAU

É mais fácil fazer uma triagem no sistema carcerário ou construir mais e mais e mais presídios, até atender a necessidade de prender todos os ladrões de galinha?

—————————————————————————————————————-
Brito Silva

25 de janeiro às 18:41

“Nadazaver”
Tudo que diz fede. Essa besta ainda não entendeu que é Presidente do Brasil e não mais um deputado vagabundo, sem responsabilidade alguma, que em 28 anos teve apenas dois projetos aprovados. As estripulias do “garoto”, depósitos na conta da mulher, o caso Queiroz, coisa alguma “nãotemnadazaver”, táoquei issudaí. Ô jumento batizado.
—————————————————————————————————————-
TIO COLORAU

25 de janeiro às 09:12

Agora compreendi por que Dallagnol, tão ativo no Twitter, comentando tudo quanto é caso de corrupção, não escreve uma linha sobre as suspeitas em desfavor do senador diplomado Flávio Bolsonaro.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s