Ao comentar sobre a queda do helicóptero nesta segunda-feira, 11, que matou o jornalista Ricardo Boechat e o piloto Ronaldo Quattrucci, um bolsonarista identificado como Renato Maciel defendeu a morte da jornalista Monica Bergamo.

“O boechat acabou de morrer na queda de um helicoptero. Pena que a Mônica Bergamo não estava junto. Um filho da puta a menos para criticar o bolsonaro”, escreveu Renato Maciel pelo Twitter, onde se define como economista, administrador, contador, mestre, auditor e executivo em gestão empresarial.
O seguidor de Bolsonaro se desculpou depois, justificando que “odeia” “jornalistas de esquerda”. “Fui péssimo, e desculpem o comentário.  Odeio jornalistas de esquerda, nem por isso  a morte se justifica. Sou do bem e falei merda. Desculpe realmente ao povo do TWEETER.”
 Renato Maciel@MacielRenato

———————————————————————————————-

Fonte: Brasil 247

Anúncios