Por telefone, a um interlocutor, Bebianno afirmou que vai passar o fim de semana pensando e ameaçou: “Se isso acontecer na segunda, o Brasil vai tremer”, segundo aponta reportagem dos jornalistas Edoardo Ghirotto e Eduardo Gonçalves, publicada nesta manhã; Bebianno avalia que Bolsonaro foi desleal ao demiti-lo, usando como pretexto uma reunião que ele teria com representantes da Globo; ele também avalia que, depois do hospital, Bolsonaro está “alienado, perturbado da cabeça”

O caso Gustavo Bebianno ainda vai dar muito pano pra manga. Reportagem publicada nesta manhã pelos jornalistas  Edoardo Ghirotto e Eduardo Gonçalves, publicada nesta manhã pelos jornalistas Edoardo Ghirotto e Eduardo Gonçalves, no site da revista Veja, revela que Bebianno está indignado com a deslealdade de Jair Bolsonaro, que teria atirado nas costas em um de seus mais leais soldados. Abaixo, um trecho:
Anúncios