“A gente tenta moralizar a coisa e é isso que recebe de volta? Francamente… Diário, eu vou é voltar para a minha pesquisa. Será que o Frotinha me dá umas dicas?”

VIA DIÁRIO DO BOLSO

Poxa, Diário, que encheção de saco do cacete! Só porque eu postei um videozinho de nada estão pegando no meu pé.
Tudo começou porque eu queria dar um gás no meu twitter. Então perguntei pro meu filho que entende dessas coisas:
– O que que faz mais sucesso na internet?
– Sacanagem, né, pai?
– Eu já estou postando os atos do governo e não adianta nada.
– Sacanagem de verdade.
– Reforma da Previdência?
– Não. Outro tipo de sacanagem. Essa aqui, olha.
Aí ele me mostrou um monte de vídeos. Nuns até tinha um cara parecido com ele.
Então, quando o garoto saiu, eu me tranquei no banheiro e comecei a fuçar na internet. Pesquisei horas e horas, em tudo quanto é site.
Aí eu aprendi o que é bukkake (nossa, que meleca que fica a cara da pessoa!), chuva negra (como é que pode uma coisa dessas? Vi umas dez vezes para acreditar), adstringopenispetrafilia (que é amarrar pedras no piupiu), dupla penetração, fio terra, suruba, catena (que é fazer um trenzinho de sacanagem), bondage (hum, amarrar o outro…), beijo grego, espanhola, gang-bang etc…
Quando eu percebi, já era de manhã.
Aí, para denunciar essa pouca vergonha que é o carnaval (Como eu odiei o desfile da Paraíso do Tuiuti! Quem foram os marginais que jogaram laranja no meu boneco de Olinda? E que história é essa dos blocos gritarem “Ei, Bolsonaro, vtnc!”), eu decidi postar uma golden shower (que é mijar no outro) e um socratismo (que é enfiar o próprio dedo no olho que não vê).
Mas em vez de me apoiar, o pessoal me criticou. Disseram que eu era pornográfico.
A gente tenta moralizar a coisa e é isso que recebe de volta? Francamente…
Diário, eu vou é voltar para a minha pesquisa. Será que o Frotinha me dá umas dicas?
E pensar que no meu tempo só tinha a Sala Especial, na Record.

torero