Quem Somos:

Um grupo de Maçons brasileiros, regulares e reconhecidos, filiados ao Grande Oriente do Brasil, CMSB e COMAB, de todos os Estados do Brasil, e que defende um Brasil Justo, Perfeito, Livre, Igualitário e Fraterno.

O que é Maçonaria:

A Maçonaria é uma instituição essencialmente iniciática, filosófica, progressista e evolucionista.

A Maçonaria defende, intransigentemente, a liberdade de consciência e, por conseguinte, estimula a busca incessante da verdade, rejeitando todos os dogmas e doutrinas que de alguma maneira limitem essa liberdade.

A Maçonaria entende que todos os seres humanos são livres e iguais em direitos. Os valores por nós defendidos condenam a exploração do homem, os privilégios e as regalias, e recomendam a divulgação da nossa doutrina pelo exemplo e pela palavra, combatendo, terminantemente, o recurso à força e à violência para a consecução de quaisquer objetivos.

A Maçonaria Progressista:

A Maçonaria, por definição, é progressista. O termo progressista geralmente define aquele que é favorável às transformações e reformas nos campos político, social e/ou econômico.

A Maçonaria é progressista por entender que o avanço científico, tecnológico, econômico e social é vital para o aperfeiçoamento da condição humana.

Os Maçons Progressistas do Brasil possuem posição político-filosóficas opostas ao conservadorismo, e exatamente por isso, combatem os preconceitos e aliam-se à luta pela implementação real e efetiva de um Estado laico alicerçado nos direitos civis e individuais garantidos na nossa Carta Magna.

Os Maçons Progressistas do Brasil combatem o obscurantismo e o autoritarismo. Em contrapartida, somos absolutamente solidários a toda e qualquer iniciativa capaz de promover mudanças socioeconômicas em prol do aperfeiçoamento da sociedade e da luta pelo respeito aos Direitos Humanos, abrangendo neste rol movimentos libertadores como feminismo, secularismo, movimento LGBT, movimento negro e movimentos sociais, bem como todo e qualquer conjunto de ações que combata a opressão e o preconceito.

A importância da Maçonaria no Brasil:

A Maçonaria chegou ao Brasil no início do século XIX, tendo sempre papel de vanguarda em todas as questões nacionais importantes, como a Independência, Abolição e Proclamação da República. Na ditadura Vargas foi perseguida, tendo sido, neste período, por algum tempo, proibida a atividade de suas Lojas.

O pensamento progressista sempre alimentou a fúria de tiranos. Membros infiltrados, com o único intuito de espionar, foram introduzidos nas lojas, fazendo com que o verdadeiro trabalho maçônico, que é a Construção Social calcada nos princípios progressistas da Instituição, fosse adiado ou relegado a um segundo plano.

Essa situação favoreceu com o tempo o ingresso e predomínio das forças mais conservadoras da sociedade na Ordem Maçônica, desbotando a sua principal característica, ou seja, o pensamento progressista voltado para uma sociedade mais justa, igualitária, democrática e verdadeiramente plural.

Nestas primeiras décadas do século 21 observa-se um retorno a essas origens progressista e evolucionista da Ordem Maçônica, de forma a contribuir, decisivamente, para a construção de um Brasil mais justo e menos desigual.

Coordenação dos Maçons Progressistas do Brasil – MPB

Anúncios