Só por causa de umas coincidências bobas que estão insinuando por aí, Bolsonaro corno virou assunto nas redes, Não sou, não sou, não sou! Eu espero…

Eu não sou corno! Não sou, não sou, não sou! Eu espero…
Isso é invenção da extrema imprensa. Só porque eu passei o carnaval sozinho, só porque eu fui pra Bahia e deixei a Michelle em Brasília no Natal, só porque eu nunca levo Michelle nas viagens pro exterior, só porque o Terra viajou com ela pelo Brasil inteiro no ano passado, só porque eles foram no cinema enquanto eu fiquei vendo um jogo do Palmeiras, só por umas coincidências bobas que nem essas já estão insinuando coisas por aí.
Se bem que, pensando bem, é um pouco de coincidência demais… Será que numa dessas viagens, eles…
Não! Não pode ser! Tenho que tirar isso da cabeça (ops, olha o trocadinho infeliz aí).
Pior que já tão dizendo que eu demiti o Terra por causa disso, que a Michele fez plástica por causa disso, que coloquei ela pra trabalhar no meu lado no Palácio do Planalto por causa disso.
Mas não foi, talkei? Não foi, TALKEI!?
Desculpe, Diário, não posso gritar com você. Nem usar maiúsculas. Você não tem nada a ver com isso. É só intriga da oposição.
O que eu preciso é me afastar dessa ideia. Não posso nem pensar que… Ei, será que a voz masculina que o porteiro ouviu em casa no dia do assassinato da Mariele foi o…? Não, não, eu sei que não.
E agora, o que eu faço? Mando o Moro investigar? Melhor não. A dúvida dói menos. Descobrir é o pior de tudo…
Mas o que eu tô falando? Não tenho nada pra descobrir! É claro que é tudo mentira, pô! Fake news! Quem é trouxa de acreditar em fake news? Bom, tem um bocado de gente que votou em mim que…, deixa pra lá, deixa pra lá.
Olha, Diário, já estou sofrendo pelas piadas que eu vou ter que escutar. Vão dizer que eu sou mesmo o “rei do gado”, que “o Terra é pleno” e que “o casamento caiu por Terra”.
Até do meu slogan já tiraram sarro, Diário. Aposto que vão dizer para eu mudar para “Corno acima de tudo, manso acima de todos”.
Ah, Diário, que dor de cabeça… (pelas piadas, não pelo chifre, pô!)

@diariodobolso