“Chega! É o seguinte: Você tá me fazendo passar por mentiroso. Lembra o que eu disse sobre a Reforma da Previdência?”

Diário, aqueles remédios que eu tomei no hospital devem estar dando um repique. É que hoje aconteceu uma coisa muito estranha. Coisa de filme de terror!

De manhã eu entrei no banheiro para me barbear, me olhei no espelho e até gostei da minha cara. Parecia menos sardento, com cabelo mais preto. Aí eu falei em voz alta:

– Pô, hoje eu até pareço mais novo.

Foi aí que aconteceu a coisa: o espelho me respondeu!

Ele disse assim:

– Tô mais novo mesmo. É que eu sou o Bolsonaro de 2017.

– Vade retro! O que você quer de mim?

– Estou aqui para tirar satisfação.

– Satisfação do quê? Você devia era estar orgulhoso de mim. Tô fazendo a barba com a faixa presidencial. Não sou só mais um deputadinho, não.

– Olha como fala comigo! Quer dizer, contigo. Mais respeito, palhaço.

– Palhaço é você!

– Palhaço é você!

– Palhaço é você!

Aí eu e eu ficamos nos xingando de palhaço por uma meia hora, até que o eu de 2017 cansou e disse:

– Chega! É o seguinte: Você tá me fazendo passar por mentiroso. Lembra o que eu disse sobre a Reforma da Previdência?

– É…, acho que não.

– Como não? Falei num monte de palanque, na tevê, no rádio, no cacete a quatro!

– O que você, quer dizer, eu, quer dizer, a gente disse?

– O discurso era sempre o mesmo. Começava assim: “Eu tive no Piauí. Lá a expectativa de vida é 69 anos. Botar 65 é um crime.”

– Ah, lembrei. Mas isso é passado, talkei?

– Não talkei não! Você tá me fazendo passar por mentiroso! A minha, quer dizer, a sua proposta era mudar a idade mínima da mulher para 51 anos e do homem para 56.

– O Paulo Guedes disse que isso é pouco.

– Sei lá quem é esse Paulo Guedes! O negócio é que eu disse que a gente tinha que ir atrás dos devedores, que nem a Friboi. Que a gente tinha que atacar os privilégios, atacar as incorporações no judiciário e no legislativo, combater as fraudes e o escambau. E agora você me vem com essa de 65 anos? Você é eu ou é o Temer?

Diário, depois dessa eu saí do banheiro e fui me arrumar. Ainda escutei ele gritando: “Não adianta fugir de mim! Eu tô de olho em você!”

Acho que hoje eu vou trabalhar com a barba por fazer mesmo.

torero.jpg

 

registrado em:
Anúncios