RELEVANTES E HISTÓRICOS DOCUMENTOS MAÇÔNICOS ARQUIVADOS HÁ MAIS DE 100 ANOS (QUASE 200) ESTÃO SENDO DESVENDADOS PELA PRIMEIRA VEZ

Dia de trabalho intenso e de grande relevância para a cultura maçônica brasileira.
Ao se aproximar os 200 anos do Grande Oriente do Brasil recebemos em Brasília três professoras da USP especialistas em história maçônica reabrindo documentos relevantes para nossa história.
São inúmeras caixas de arquivos documentais que vieram do Palácio do Lavradio no Rio de Janeiro.
Estamos desvendando a real história da maçonaria brasileira há muito guardada. História do Lavradio, Passeio e Beneditinos que nos 200 anos do GOB serão registradas em livro.
O trabalho das professoras tem uma importância indescritível para a maçonaria Brasileira.
A Secretaria Geral de Educação e Cultura está apoiando o trabalho integralmente.
O museólogo do GOB Vinicius Pereira está acompanhando passo a passo o trabalho.
O Grande Oriente do Brasil vai avançar e muito na área de história maçônica e preservação do patrimônio cultural maçônico com o trabalho das professoras Monica Duarte Dantas – bacharel em História, doutorado em história na USP com período sanduíche na Universidade Yale, New Haven (CT-EUA) pós doutorado na Universidade Nova de Lisboa (Portugal), Livre docente pela Universidade de São Paulo, professora visitante pela Universidade Columbia de New York ( NY – EUA) e professora associada do Instituto de Estudos Brasileiros da USP; Professora Pilar Ferrer Gomes, bacharel em História pela USP, Mestranda em História Social pela USP e; Professora Luaê Carregari Carneiro, bacharel em História pela USP e Mestre em História Social pela USP.
Documentos históricos guardados há mais de 100 anos, quase 200, estão sendo desvendados pela primeira vez.

 

Abraços,

Leonardo Augusto Reis
Secretário Geral de Educação e Cultura-GOB

Anúncios