A luta contra o fascismo é incansável.

Nossa homenagem a todos os torcedores que nunca se renderão ao arbítrio. É para eles que a vitória do Flamengo é dedicada!

 


Torcida do Flamengo estende faixa “Stuart Angel Vive” na Base Aérea do Galeão, onde atleta foi assassinado

Perseguido e torturado pela ditadura militar, Stuart Angel foi morto na Base Aérea do Galeão e teve seu corpo enterrado na cabeceira da pista

Reprodução/Twitter
Durante a festa da torcida do Flamengo ao acompanhar o ônibus do time até o aeroporto do Galeão, onde os jogadores vão embarcar para a final da Libertadores contra o River Plate, em Lima, torcedores estenderam uma faixa em homenagem ao remador Stuart Angel, assassinado pela ditadura militar na Base Aérea do Galeão, em 1971.
A faixa em homenagem ao ex-remador do clube e ex-militante do Movimento Revolucionário 8 de Outubro (MR-8)  já apareceu em partidas durante o campeonato, mas o ato de amarrá-la na Base Aérea do Galeão foi visto como simbólico e celebrado nas redes sociais. Foi neste local que ele foi torturado até a morte e, segundo a Comissão Nacional da Verdade (CNV), teve seu corpo enterrado na cabeceira da pista.
Stuart Angel era declarado como desaparecido até a CNV retificar os documentos e afirmar que ele e sua mãe, Zuzu Angel, foram vítimas de “morte não natural, violenta, causada pelo Estado brasileiro”. A irmã de Stuart, a jornalista Hildegard Angel, recebeu certidão de óbito apenas em setembro deste ano.

Stuart Angel

Stuart era filho da figurinista e estilista Zuleika Angel Jones, conhecida como Zuzu Angel, e do americano Norman Jones. No fim dos anos 1960 e início dos 1970, se integrou ao grupo MR-8, que fazia a luta armada contra o regime militar. Foi preso, torturado e morto por membros do Centro de Informações de Segurança da Aeronáutica (Cisa) em 14 de junho de 1971, aos 25 anos. Mesmo fim teve sua mulher, a também militante e guerrilheira Sônia Morais Jones, morta dois anos depois e igualmente dada como desaparecida. Durante anos, Zuzu lutou para esclarecer o caso, mas morreu sem saber o paradeiro do filho.

Urubu da Massa@PowerUrubu
A faixa “STUART ANGEL VIVE” estendida em frente a Base Aérea do Galeão é simbólica demais, Stuart foi assassinado em 14 de junho de 1971, depois de dias de tortura, amarrado a um jipe e arrastado pelo pátio dessa base aérea, com a boca próxima ao cano de descarga.
NÃO ESQUECEMOS
848 pessoas estão falando sobre isso

João Gabriel Prates@jgprates

✊🏽❤️🖤🏆

Ver imagem no Twitter
362 pessoas estão falando sobre isso

Marcelo@belatomarcelo
26 pessoas estão falando sobre isso

Fonte: Revista Fórum

Anúncios