Mantido como preso político há quase um ano e impedido de participar do velório do próprio irmão, o ex-presidente Lula pode deixar sua cela na Polícia Federal em Curitiba para velar o neto Arthur Araújo Lula da Silva, de sete anos, que morreu nesta sexta-feira, 1, vítima de meningite em Santo André (SP).

Segundo o jornal Zero Hora, a PF já teria recebido um comunicado informal da Justiça Federal, alertando sobre a soltura iminente. “Assim, Lula deve deixar ainda nesta sexta-feira (1º) o prédio da PF rumo a São Paulo. Os agentes já trabalham no planejamento da operação para escoltá-lo”, diz o jornal. 

A defesa do ex-presidente Lula pediu mais cedo à Justiça Federal em Curitiba para deixar a prisão e comparecer ao velório do neto. Na petição encaminhada à juíza Carolina Lebbos, os advogados do ex-presidente argumentaram que Lei de Execução Penal (LEP) prevê que presos possam deixar a prisão para comparecer ao velório de um parente próximo.
Fonte: Brasil 247
Anúncios