Inspirada no mesmo método com que o procurador Deltan Dallagnol, responsável pela Operação Lava Jato, acusou Lula em 2017, a deputada federal Joice Hasselmann vai fazer uma apresentação em power point para denunciar as milícias digitais a serviço do clã Bolsonaro.

A apresentação deve ocorrer durante depoimento da deputada na quarta-feira (20) na CPMI das fake news.
Cada célula será representada em um organograma com a foto de seu líder no centro —e, saindo dele, suas ramificações.

(Foto: Agência Câmara)

A ilustração é inspirada no PowerPoint que Deltan Dallagnol fez para acusar Lula de chefe de uma organização criminosa em 2017, informa a jornalista Mônica Bergamo em sua coluna na Folha de S.Paulo.

Duas das principais figuras da apresentação serão os filhos de Jair Bolsonaro: o vereador Carlos e o deputado Eduardo.

Joice Hasselmann deve listar ainda funcionários de gabinetes que receberiam para alimentar as redes sociais com o que ela diz serem fake news.
Joice, deputada de direita que já foi uma das principais aliadas de Jair Bolsonaro, inclusive ocupando o cargo de líder do governo no Congresso, vai pedir que a CPMI quebre o sigilo de mais de mil páginas que espalhariam notícias mentirosas ou manipuladas nas redes sociais.
Anúncios