Um encontro realizado em nome da luta contra a desigualdade está rendendo ao papa Francisco manifestações de ódio e uma campanha em prol do seu antecessor o ultra-conservador Bento 16.

 A visita do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva nesta quinta-feira (13) ao papa Francisco “turbinou esse sentimento [de repulsa] da direita ao líder dos católicos, escreve Fábio  Zaninni na Folha de S.Paulo

Lula e Papa FranciscoLula e Papa Francisco (Foto: Ricardo Stuckert)

Católico conservador, o deputado federal Luiz Philippe de Orléans e Bragança (PSL-SP) considerou ‘surreal’ Francisco ter recebido o petista”.

Para o deputado, não há dúvida de que o papa tem tendências de esquerda“, escreve Zannini.

Fonte: Brasil 247

Anúncios