Polícia de Witzel usa bombas para dispersar torcida do Flamengo

[su_divider top=”no” size=”5″] Festa de comemoração do título da Libertadores reuniu milhares de pessoas no centro do Rio e ocorreu pacificamente até o final, quando policiais começaram a jogar bombas para dispersar a multidão. Um carro da Guarda Municipal atropelou dois policiais (vídeo)

O confusão começou logo após o trio elétrico que levava o time do Flamengo deixar a Avenida Presidente Vargas, na altura do monumento a Zumbi dos Palmares. Até quase o final da celebração, tudo acontecia pacificamente.
(Foto: Reprodução/vídeo)
Ainda não se sabe se algo motivou a polícia a ir para cima dos torcedores, que ficaram nas ruas da região por volta de quatro horas. De acordo com testemunhas, a polícia agiu inesperadamente e sem qualquer motivação. Nas redes sociais, torcedores criticam duramente a polícia de Wilson Witzel.
Rafael Ruiz @salekruiz
Babí @babionce
@wilsonwitzel sua presença é desprezível! A torcida do Flamengo é formada majoritáriamente por gente preta da favela, pessoas que você e sua polícia genocida matam todo dia. A gente não quer você aqui. VOCÊ NAO É BEM VINDO!
Pedro Lopes @pedrolopesg
Em outra versão, as informações foram de que uma torcida organizada do Flamengo partiu para cima da polícia, que apenas revidou. Um carro da Guarda Municipal deu ré e chegou a atropelou dois policiais (vídeo abaixo).
Impedimento @impedimento
Comemoração do Flamengo tem até polícia atropelando polícia (?) https://twitter.com/BreHenrique_/status/1198689885294596103 
Brendo@BreHenrique_

MINHA NOSSA

Vídeo incorporado
128 pessoas estão falando sobre isso

Alexander Pires @alexpires1976
Estava no local, a confusão começou com uma torcida organizada do Flamengo, que foi banida dos estádios, atacando a polícia sem nenhum propósito, a polícia apenas se defendeu. Nisso tudo, inocentes são afetados.