Colunista

Lula, as duas metades do copo e a masmorra de Curitiba – BEPE DAMASCO

Não há dúvida de que a luta pela liberdade de Lula, além de pôr fim ao encarceramento infame de um inocente, se confunde com a luta pela restauração da democracia no Brasil. Coisas que somente a pressão popular e a mobilização de amplas parcelas da sociedade lograrão alcançar. No entanto, isso não quer dizer que Lula deva abrir mão da guerra judicial que trava para ter sua inocência reconhecida.

Colunista

Buscando a biografia achei o prontuário de Guedes – JOSE CARLOS DE ASSIS

Qual a base política e qual a base moral que Paulo Guedes tem para fazer esse ataque violento ao Estado Nacional? Vejamos o lado moral da questão porque naquele debate de anos atrás, assim como hoje, nós todos concordamos com as teses de que era necessário combater a corrupção no setor público.

Colunista

Bolsonaro cospe chorume na pluralidade – LEONARDO LUCENA

Com base na filósofa Hannah Arendt, a pluralidade é o que dá sentido à liberdade. A declaração de Jair Bolsonaro sobre gays e o veto à campanha do Banco do Brasil com negros revelam que o presidente é somente um chorume que sai do conflito de classes quando opta pelo aprisionamento ao hegemonismo cultural da elite.

Um fascista de plantão – URARIANO MOTA

Em pesquisa ligeira, começam a se ligar episódios denunciadores do caráter fascista do senhor Flores do Túmulo da Democracia. Ele é o mesmo delegado que esteve na casa de Lula para promover a sua condução coercitiva. Pelo relato do Flores…, Lula foi informado de que, caso se recusasse a acompanhar a autoridade policial para prestar esclarecimentos fora de casa, seria então aplicada a condução coercitiva, ou seja, o petista seria levado à força para depor.

Colunista

Não se pode matar a cultura de uma nação – BENEDITA DA SILVA

O corte anunciado recentemente pelo presidente Bolsonaro atinge 13 projetos culturais patrocinados pela Petrobras. É parte do desmonte da política cultural do Estado realizada por esse governo e inspirada numa estreita visão ideológica da cultura, que pune quem pensa diferente.

Colunista

Revolte-se – MAURO NADVORNY

O que eu estou assistindo é um cara que comprou carteira de motorista para presidente dirigindo uma jamanta sem freio ladeira abaixo e ainda ver a família dele, hora ajudando a empurrar, hora querendo tomar a direção.

Silêncio ensurdecedor – VITOR MARQUES

O governo federal precisa apresentar os argumentos e os cálculos que o influenciou a tomar a decisão de alterar o BPC, reduzindo, portanto, o valor pago aos idosos em situação de miserabilidade e exigindo maior idade para ter acesso a um salário mínimo, mesmo sabendo que a população socialmente vulnerável vive menos.

 

Anúncios