O julgamento será realizado em meio às graves denúncias da Vaza Jato, que mostram conduta parcial de Moro, em conluio com procuradores

O Supremo Tribuna Federal (STF) deve julgar no dia 14 deste mês o habeas corpus (HC) que trata da suspeição do ex-juiz e atual ministro da Justiça, Sérgio Moro, no processo do tríplex de Guarujá. A ação condenou Lula.

O julgamento será realizado em meio às graves denúncias da Vaza Jato, divulgadas pelo site The Intercept Brasil, com colaboração de outros veículos.

Os inúmeros diálogos comprometedores, envolvendo Moro e procuradores do Ministério Público, especialmente Deltan Dallagnol, chefe da força-tarefa da Lava Jato, vêm mostrando uma conduta totalmente parcial de Moro, em conluio com procuradores.

Além dos vazamentos, o argumento da defesa do ex-presidente é o fato de Moro ter aceitado, em novembro de 2018, o convite para o cargo de ministro da Justiça do governo Bolsonaro.

Foto: Reprodução/TVT

RedaçãoDireto da Redação da Revista Fórum.
Anúncios