Rússia: Anfitriões da Copa aceitam melhor traições do que casais gays

Alerta do Itamaraty à população LGBT não foi à toa: russos têm leis contrárias aos homossexuais e mentalidade conservadora para direitos individuais Quando se trata de LGBTs, a Rússia volta aos tempos de União Soviética (homossexualidade só deixou de ser considerado crime em 1993, com o fim da URSS): pouco, bem pouco moderna. Não foi … Continuar lendo Rússia: Anfitriões da Copa aceitam melhor traições do que casais gays