CHACINA NO RIO: ‘Meu filho tinha problema cardíaco e morreu ao ver o irmão sendo torturado’

Famílias acusam PM do Rio por crueldade, tortura e execuções. "Meu filho mais nono levou três golpes de faca e o mais velho, quatro. Me tiraram o direito de ser mãe" Familiares relatam abusos, constrangimento e violência excessiva por parte da Polícia Militar do Rio de Janeiro, durante ação que resultou em 13 mortes, na última sexta-feira (8). As … Continuar lendo CHACINA NO RIO: ‘Meu filho tinha problema cardíaco e morreu ao ver o irmão sendo torturado’

Loteamento ilegal e propinas: quem são Alan e Alex, os PMs ‘nota mil’ de Flávio Bolsonaro

“Policiais presos em operação no Rio participaram de campanha de filho de Bolsonaro”. Com este título, o jornal O Estado de S. Paulo, de 5 de setembro de 2018, apresentava a foto que abre este texto. Retirada do Instagram de Flávio Bolsonaro, publicada com a legenda “Parabéns Alan e Alex pelo aniversário, essa família é nota mil!!!”, … Continuar lendo Loteamento ilegal e propinas: quem são Alan e Alex, os PMs ‘nota mil’ de Flávio Bolsonaro

Operação em condomínios de luxo prende suspeitos de envolvimento no assassinato de Marielle

Justiça expediu 13 mandados de prisão preventiva contra a organização criminosa Escritório do Crime, braço armado de milícia que atua em Rio das Pedras, especializada em assassinatos por encomenda. Uma operação liderada pelo Grupo de Atuação Especial no Combate ao Crime Organizado (Gaeco) do Ministério Público do Rio de Janeiro (MP-RJ) em Rio das Pedras, … Continuar lendo Operação em condomínios de luxo prende suspeitos de envolvimento no assassinato de Marielle

DOS NAVIOS NEGREIROS AOS “NAVIOS PRISÕES”

Encarceramento, morte e tortura da população negra são um padrão que acompanha a história do Brasil. Em um porão escuro e úmido, centenas de homens e mulheres se espremem para caber em um espaço limitado demais para todos. Eles estão muito próximos e aprisionados em correntes de ferro. O mau cheiro, a sujeira, as marcas … Continuar lendo DOS NAVIOS NEGREIROS AOS “NAVIOS PRISÕES”