Jessé Souza: Professor e sociólogo reforça convocação da UNE para manifestar luto e indignação em protesto contra o governo Bolsonaro neste sábado, 7 de setembro

Dia 7 de setembro estamos de luto, em resistência contra Bolsonaro“, destaca Jessé Souza

Em vídeo divulgado nesta sexta-feira (6), o professor e sociólogo Jessé Souza endossou seu apoio aos manifestantes que tomarão as ruas do país vestindo preto, neste sábado (7), em oposição ao governo de Jair Bolsonaro. Os atos, convocados pela União Nacional dos Estudantes (UNE) em defesa da Amazônia e contra os cortes na educação, prometem ainda a volta dos caras-pintadas, movimento que ajudou a derrubar o ex-presidente Fernando Collor de Mello em 1992, quando esse, assim como Bolsonaro, conclamou a população a vestir-se de verde e amarelo. “Acho que (vestir preto) será um símbolo importante, já que o verde e amarelo vem sendo usado do modo mais hipócrita possível”, rebate Jessé Souza.
Nesta semana, Bolsonaro sugeriu que os brasileiros que comemorem a Independência do Brasil vestindo verde e amarelo o que, segundo ele, serviria para mostrar que a “Amazônia é nossa”. “Nada mais despossuído de patriotismo” para um presidente que “bate continência à bandeira dos Estados Unidos”, como recorda o professor.
Hoje em dia a gente tem as Forças Armadas partidarizadas, se envolvendo com o pior tipo para entregar as nossas riquezas para os estrangeiros, e Bolsonaro faz parte e foi utilizado por uma máquina de propaganda internacional baseada no dinheiro de grandes companhias americanas e das companhias tecnológicas, como Youtube, Facebook, WhatsApp, que foram montadas para fraudar a política do mundo inteiro”, avalia Jessé Souza.
Em vídeo para o seu canal, o sociólogo considera que as últimas eleições, que alçaram Bolsonaro ao cargo de chefe do Executivo com base na compra de dados pessoais e propagação de notícias falsas, principalmente pelo WhatsApp,  mostraram que o Brasil é um dos “grandes laboratórios” para que “o país não tenha condições de ter autonomia e seja submetido a uma forma colonial” pelos EUA. “Ele (Bolsonaro) é uma fraude e está no poder por uma fraude. Fomos todos enganados. Neste 7 de setembro estamos de luto, em resistência contra ele”, destaca o também autor do livro A Elite do Atraso.
Diante desse contexto político, a UNE conclama os estudantes de todo o país para sair às ruas vestindo preto para manifestar indignação e luto. Pelo menos 25 capitais brasileiras já confirmaram adesão ao movimento em defesa da educação e da Amazônia neste sábado. “Vestir preto porque a nossa pátria está sendo saqueada. Estão roubando nosso futuro e presente”, afirma Jésse Souza.

Confira o vídeo e os locais dos atos 

Divulgação

Anúncios